NOTÍCIAS

CAMAÇARI-BA: DOIS ENVOLVIDOS NA MORTE DE CASAL SÃO ESTUPRADOS NA CADEIA; UM VÍDEO FOI GRAVADO E PUBLICADO POR PRESOS

13/01/2018 11:15
Camaçari: Vídeo mostra acusados de latrocínio sendo obrigados a praticar sexo na cadeia

Todo mundo já ouviu a frase “fulano foi preso e vai virar mulherzinha na cadeia”. O ódio ao estuprador faz parte de uma lei não escrita no xadrez. Os presos acreditam que o acusado por estupro é uma ameaça a suas mulheres e filhas que estão lá fora e que o crime é tão vil que a “justiça”, na concepção dos detentos, é feita ainda dentro das celas.

Ao que tudo indica foi o que aconteceu com dois dos cinco detidos pela morte de um casal – a mulher foi estuprada várias vezes – em Camaçari, Região Metropolitana de Salvador (RMS). Um vídeo que circula nas redes sociais mostra os dois presos sendo obrigados a ter relações sexuais entre si. Segundo a família de um dos acusados, a imagem foi feita por outros presos custodiados na 18ª Delegacia (Camaçari).

A Secretaria da Segurança Pública (SSP) confirmou que os vídeos foram gravados no local e que um inquérito foi aberto para apurar as circunstâncias e responsabilidades do ocorrido.

Daniel Neves Santos Filho, 29 anos, e Carlos Alberto Neres Júnior, idade não divulgada, únicos adultos envolvidos na morte do casal Juvenal Amaral Neto, 57, e Kelly Cristina Amaral, 44 – achado enterrado no quintal da própria casa no dia 8 deste mês – são protagonistas de uma barbárie ocorrida e registrada como troféu dentro do xadrez. A dupla e mais três adolescentes – um deles filho de Carlos Alberto – foram capturados pela polícia no dia 9.

 

Imagens
São dois minutos de cenas chocantes. O ambiente degradado, com pichações e mofo, indica ser mesmo uma cela. Nas primeiras imagens, Daniel, de camisa azul, é o primeiro a ser execrado por pelo menos dois outros homens, também custodiados na unidade. Ele é obrigado a praticar sexo oral em Carlos Alberto, que usa uma camiseta branca. Ao fundo, a voz de um homem diz: “fale: ‘eu sou estuprador’” e dá um tapa nas costas de Daniel, que logo em seguida repete: “eu sou estuprador”.

O mesmo homem diz o que acontece ali: “É assim que a gente faz na cadeia”. Ele mesmo manda Carlos Alberto dar uma bofetada no rosto de Daniel e ordena: “Chama ele de safadinha, de gostosinha”. E uma segunda voz no vídeo diz: “Estuprador safado tem que ch… um do outro para se compreender”.

Logo após, é a vez de Carlos Alberto ajoelhar-se à cintura de Daniel, que leva um soco no estômago. “Vai, chama ele de safadinha, dá tapa na cara dele”, diz um dos agressores e Daniel acata as ordens debaixo de mais porrada. E a barbaridade não para por aí. Daniel é obrigado a ficar de costas e abaixar a bermuda, momento em que lava quatro tapas nas nádegas. “Tira a roupa, vai, descarada”, afirma um dos agressores.

Sofrendo mais agressões físicas, Carlos Alberto introduz a língua no ânus de Daniel, que também apanha. E é chegada a vez de Daniel fazer o inverso. Nessa hora, os agressores, em tom de deboche, cantam em coro um trecho de “Malandramente”, funk de MC Nandinho: “Ah, safada, na hora de levar madeirada…”.

 

Parentes
A gravação, que foi feita através um aparelho celular, chegou ao conhecimento do irmão de Carlos Alberto.

“Não assisti até o final. É muito forte. Os presos diziam que ‘era assim que fazia com estupradores’. Foi repugnante, colocando um com o outro, fazendo aquelas cenas horríveis”, disse ele ao CORREIO, na manhã desta sexta-feira (12), em frente à 18ª Delegacia.

Ele, a irmã e uma tia chegaram cedo à unidade policial para pedir que o preso fosse separado dos demais. “Mas quando chegamos aqui, ele não estava”, disse a tia, que logo em seguida assistiu à transferência dos três adolescentes – entre eles, o filho de Carlos Alberto – para a Comunidade de Acolhimento Sócio-Educativo (Case), no bairro de Tancredo Neves, em Salvador.

“Nós não apoiamos o que eles fizeram com o casal, mas o que fizeram com eles também não foi humano. Não eram para colocar eles com outros presos. Tinham que ficar em celas separadas. Deixassem que a Justiça cobrasse deles, não se fazer justiça na própria delegacia”, disse a tia de Carlos Alberto.

A família não tem dúvida de que as imagens foram feitas de dentro do xadrez da 18ª Delegacia. “Naturalmente, tinha um celular na cela. E como os policiais não viram e ouviram aquilo”, questiona revoltada a tia. “Eles já tinham sido presos e eles (agressores) repetiam: ‘Isso é o que se faz na cadeia com estupradores’. Eles estavam dentro da delegacia, não temos dúvida”, completou a irmã de Carlos Alberto. Antes do crime contra o casal, ele já tinha passagem por outro homicídio. Segundo as investigações, foi ele quem enforcou o casal.

 

Corregedoria
A família disse que vai levar o caso à Corregedoria da Polícia Civil. “A nossa família vai se reunir e vamos tomar providências. A gente vai na Corregedoria da Polícia Civil. Isso não vai ficar assim”, adiantou o irmão.

A assessoria da SSP informou que o inquérito também vai apurar o uso de celulares por detentos, dentro da unidade policial.

A delegada Maria Tereza, da 4ª Delegacia de Homicídios (DH), em Camaçari, para onde os acusados foram levados logo após serem presos, antes de ser transferidos para a 18ª Delegacia, não quis comentar a divulgação do vídeo, mas afirmou que tinha acabado de chegar do Instituto Médico Legal (IML), onde disse ter descoberto que os envolvidos na morte do casal “praticaram até canibalismo”.

A delegada Thais Bandeira, titular da 18ª Delegacia, onde o incidente ocorreu, disse que não vai comentar o caso.

Portal Formosa, seu portal de notícias - Fonte: Correio24/Pa4

ARÁBIA SAUDITA TEM PRIMEIRO JOGO DE FUTEBOL COM MULHERES NAS ARQUIBANCADAS

13/01/2018 11:03
Arábia Saudita tem primeiro jogo de futebol com mulheres nas arquibancadas

O jogo entre Al Ahli e Al Batin, que acontece nesta sexta-feira (12), pela 17ª rodada do Campeonato Saudita masculino de futebol, foi o primeiro a presença autorizada de mulheres nas arquibancadas. A partida foi realizada no estádio Rei Abdullah, localizado na cidade de Jeddah. No sábado (13), em Riade, a capital do país, as arquibancadas terão a presença de torcedoras do sexo feminino pela primeira vez, durante o jogo entre Al Hilal, líder da competição, contra Al Ittihad. Nos estádios, foram criados setores familiares nas arquibancadas. De acordo com o site G1, as mulheres também terão os seus próprios banheiros, espaços para oração e áreas para fumar. No ano passado, as mulhres foram autorizadas pela primeira vez a acompanhar as comemorações do Dia Nacional da Arábia Saudita, que aconteceram no dia 23 de setembro e foi celebrado no Estádio Internacional Rei Fahd, em áreas separadas. No mês passado, um decreto autorizou que as mulheres dirigissem, direito inédito no país, que poderá ser exercido a partir de junho deste ano. 

 

Portal Formosa, seu portal de notícias - Fonte: Voz da Bahia

ASSALTANTES TOMBAM EM CONFRONTO COM A PM DE IPIRÁ-BA

13/01/2018 10:49

Hilux capotou em frente ao hospital de Ipirá

 

Na tarde desta sexta-feira (12), uma caminhonete Hilux, placa PKB 6643 licença de Jacobina-BA, foi tomada de assalto por cinco bandidos fortemente armados, na BA 130, entre os municípios de Mairi e Baixa Grande, a caminhonete estava carregada de roupa. Na fuga os bandidos seguiram pela rodovia BA 052, sentido Ipirá.

A 98ª CIPM foi informada e montou um aparato policial para abordar os meliantes. Ao avistarem o cerco policial, os criminosos atiraram contra os policiais que reagiram. O condutor perdeu o controle da direção do veículo que capotou em frente ao Hospital Municipal de Ipirá.

Na intensa troca de tiros entre policiais e bandidos, que deixou marcas até nas paredes do hospital, dois deles foram alvejados e morreram. Outros três que davam cobertura aos que dirigiam o veículo fugiram e estão sendo procurados pela polícia.

Os dois mortos foram encaminhados para a UPA, onde foi constatado os óbitos e em seguida levados para o DPT de Itaberaba. Segundo a polícia, os indivíduos mortos foram identificados como Ricardo Rodrigues dos Santos, natural de Camaçari-BA e Guilherme Nunes Portugal, de documento emitido em Feira de Santana.

O pânico tomou conta da população, até porque, a ação aconteceu pouco antes da saída dos funcionários da Fábrica de Calçados Paquetá, momento em que gera um intenso fluxo de veículos no local onde aconteceu a ação policial e por pouco uma tragédia maior não aconteceu.

 

Portal Formosa, seu portal de notícias - Fonte: Caboronga Noticias/Portaldenotícias.net

QUADRILHA RESPONSÁVEL POR ASSALTAR AGÊNCIAS BANCÁRIAS DE PARIPIRANGA, CORONEL JOÃO SÁ, SÍTIO DO QUINTO E ADUSTINA FOI PRESA

13/01/2018 10:35

A Polícia Civil, por meio do Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope), com apoio da Divisão de Inteligência (Dipol) e do 11º Batalhão de Polícia Militar, realizou uma operação na quarta-feira, 10, que resultou na prisão de oito homens ligados a uma associação criminosa responsável por cometer assaltos a duas agências bancárias em Sergipe e cinco na Bahia.

Segundo informações do delegado, diretor do Cope, o grupo cometeu dois assaltos a agências bancárias em Sergipe, sendo o primeiro caso registrado no dia 4 de setembro, na cidade de Macambira; e a segunda ação delituosa no dia 7 de outubro, em Itabaianinha. Os demais crimes foram registrados nas cidades baianas de Paripiranga, Araci, Coronel João Sá, Sítio do Quinto e Adustina, onde reside a maior parte dos integrantes.

Inicialmente, a Polícia prendeu 4 acusados no município de Alagoinhas/BA, quando eles saíram de Adustina/BA e seguiam em direção à cidade de Salvador/BA. As outras prisões ocorreram em Adustina/BA, Itabaianinha/SE e Tobias Barreto/SE, local onde a Polícia Militar realizou apoio à operação e, durante troca de tiros, um assaltante veio a óbito.

A Polícia apreendeu também armamento pesado (a exemplo de um fuzil AR15 calibre 556 e uma AK47 calibre 762, de fabricação russa), explosivos (banana dinamite, espoletas e cordel detonante), veículos (dois automóveis e duas motocicletas) e a quantia de R$ 32 mil, proveniente das ações delituosas do grupo. 

Um dos líderes do grupo atuava de dentro do presídio na Bahia. A Polícia Civil de Sergipe continuará em contato com a Polícia da Bahia, com o intuito de obter informações que levem a outros possíveis envolvidos na associação criminosa.

 

Portal Formosa, seu portal de notícias - Fonte: Chico Sabe Tudo/SSP-SE

CAMAÇARI-BA: DURANTE DOIS DIAS, MULHER FOI ESTUPRADA POR CINCO HOMENS ANTES DE SER MORTA; MARIDO TAMBÉM FOI MORTO

11/01/2018 12:07

A mulher de 43 que foi encontrada morta nesta terça-feira (9) no bairro Santo Antonio, em Camaçari, foi estuprada por cinco homens que se revezaram durante dois dias antes de matá-la esganada e incendiada. O marido dela foi morto na sexta-feira (5),  e com o corpo do mesmo ainda dentro da casa, eles a violentaram repetidas vezes até a noite de sábado (6).

Antes de ser morta, Cristina Amaral passou momentos de horrores, pavores inimagináveis a uma pessoa normal. Ela, inocentemente, caiu nas garras da barbárie humana mais terrível dos últimos dias.

O corpo dela foi encontrado enterrado e queimado junto com o do marido Juvenal Amaral Neto, 57 anos, no quintal de sua própria casa, por policiais da Companhia Independente de Policiamento Especializado do Polo - CIPE POLO - que elucidaram o crime e prenderam os cinco envolvidos.

O motivo do crime está sendo computado como mais um ato violento de usuários e traficantes de drogas. Que para roubar, matar, estuprar e incendiar, não tem hora e nem lugar.

Foram presos Daniel Neves Santos Filho, 29 anos, que, segundo a polícia, confessou o crime em parceria com Carlos Alberto Neres Blós Junior, e mais três menores que foram apreendidos. Eles invadiram a casa, dominaram o casal, trancaram o portão e cometeram o terror e as atrocidades diabólicas.

Casa no Bairro Santo Antonio, em Camaçari, por trás dos muros e do portão o terror dominou por dois dias

 

Portal Formosa, seu portal de notícias - Fonte: CN1/Sertão Mania

ABARÉ-BA: POR DUAS VEZES, NA MESMA NOITE, POLÍCIA TROCA TIROS COM BANDIDOS NA BR-116

11/01/2018 11:12
Por volta das 21:00 desta quarta-feira (10/01), Policiais Militares do DPM de Abaré-BA, com o efetivo de Ibó, realizavam abordagens na localidade próxima ao Acampamento Antônio Conselheiro, no trevo que dá acesso a cidade de Abaré, quando diversos caminhoneiros informaram que há poucos quilômetros, sentido Chorrochó, elementos estavam praticando assalto.
De imediato, as duas guarnições se deslocaram até o local. Ao se aproximarem de uma carreta que estava parada, elementos efetuaram disparos contra as guarnições que, no intuito de repelir a injusta agressão, revidaram. Os elementos fugiram pela caatinga. 
A Polícia fez buscas pelos elementos e também pelo caminhoneiro que não se encontrava no local. Logo depois, foram informados, já por outro caminhoneiro, que o motorista encontrava-se no posto juazeiro 4. Em conseqüência da informação, se deslocaram e localizaram o caminhoneiro para que pudessem remover o caminhão.
No deslocamento, logo depois do povoado Umbuzeiro, mais uma vez,  elementos atravessaram na frente do caminhão e efetuaram disparos em direção ao caminhão, na intenção de obrigar a parada. As duas guarnições novamente responderam, efetuando mais disparos. Os elementos novamente fugiram pela caatinga.
Um dos caminhões que foram alvo dos assaltantes se tratava de uma Scania azul (Transportes dos Correios).
 
Portal Formosa, seu portal de notícias - Fonte: Beira Rio Notícias

CHUVA COM RAIOS ATINGE FAZENDA DE TOCANTINS E MATA MAIS DE 100 ANIMAIS

11/01/2018 11:01

Desde o início do ano, em apenas uma fazenda de Talismã, no Tocantins, 87 animais do rebanho de gado morreram após serem atingidos por tempestades com raios. Cerca de 30 animais também foram atingidos em outras fazendas do sul do estado. Segundo o coordenador da Defesa Civil em Talismã e Alvorada, João Carlos Lopes, o fato de a região ser plana e alta favorece a incidência de raios.

Além disso, o plantio de soja reduziu a vegetação e também aumentou a chance de acidentes, disse Lopes. “O que acontece: têm aquelas moitas que foram deixadas pelos produtores. Os animais, escondendo-se da chuva, vão para dentro das moitas de mato que ficaram, e o raio cai no ponto mais alto do local, e o ponto mais alto são as bolas de mato que ficaram. Aí o gado está lá debaixo. Quando o raio cai naquela bola de mato, naturalmente o gado que está debaixo morre.”

O secretário de Agricultura de Talismã, Luiz Omar Tenório, informou que a prefeitura tem auxiliado os produtores a enterrar os animais mortos por tempestades de raio com os devidos cuidados sanitários. De acordo com Tenório, a morte de mais de 80 reses na mesma fazenda assustou os produtores da região.

“Um produtor perder hoje 80 bois, isso acarreta um prejuízo de R$ 140 mil a R$ 150 mil. Na atual circunstância, é muito dinheiro para um proprietário perder. Mas são fenômenos da natureza. E a gente pode fazer o que? A princípio, quase nada”, ressaltou o secretário.

A Defesa Civil orienta os produtores a retirar as moitas do pasto, manter o gado nas regiões mais baixas e longe da rede elétrica. Os animais que, por acaso, forem atingidos e morrerem não podem ser usados para consumo humano e devem ser enterrados em valas cavadas por retroescavadeiras, distantes de áreas com lençol freático próximo da superfície.

 

Portal Formosa, seu portal de notícias - Fonte: Calila Notícias

PM PRENDE EM FLAGRANTE DOIS INDIVÍDUOS QUE TENTAVAM EXPLODIR AGÊNCIA BANCÁRIA EM CANSANÇÃO-BA

11/01/2018 10:51

Uma Guarnição da Companhia de Emprego em Táticas Operacionais – CETO do 6º BPM (Batalhão da Policia Militar) de Senhor do Bonfim frustrou uma tentativa de explosão e saques que estaria sendo planejado por dois indivíduos na madrugada desta quinta-feira (11), contra a agência do Bradesco da cidade de Cansanção, no território do sisal.

Dois indivíduos de Salvador foram detidos e apresentados na Delegacia Territorial de Senhor do Bonfim, que fica a cerca de 100 km de Cansanção, onde foram flagranteados pelo delegado titular Leonardo Virgílio.

A PM apresentou a Delegacia Ramon dos Santos Alves, 25 anos e Jefferson Aquino Boulhoza Concha, 23. com eles vários objetos apreendidos que seriam usados na ação criminosa: quatro celulares, bloqueador de celular, lixadeira, parafusadeira, três ponteiros grande e um médio,pares de luvas, chaves de fenda, alicate de pressão,brocas,extensão, botijão de gás pequeno, maçarico e veículo Renault Logan de cor prata, placa QMR 0376,licença de Belo Horizonte – MG.

Este mesmo banco foi alvo de quadrilha no dia 22 de julho de 2015. Na ocasião os criminosos conseguiram explodir e ainda metralharam viatura.

Material que seria usado na explosão

 

Portal Formosa, seu portal de notícias - Fonte: Calila Notícias/PM

MULHER É ENCONTRADA MORTA DENTRO DE CASA; VÍTIMA FOI ESTRANGULADA

11/01/2018 10:32

A funcionária aposentada dos Correios, Rosimeire Costa da Cruz, de 52 anos, foi encontrada morta no banheiro da casa onde morava, localizada na Rua Pilar do Sul, no bairro Brasília, em Feira de Santana. Segundo a polícia, ela foi estrangulada com um fio, possivelmente durante um assalto.

A residência estava em reforma e o carro dela, um Kia Soul branco, foi roubado. Também não foram encontrados pertences como bolsa, celular e carteira. Segundo vizinhos, Rosimeire foi vista por eles pela última vez na tarde da última segunda feira (8). O corpo foi encontrado pelo irmão dela em estado avançado de putrefação.

O delegado Deivid Lopes, que trabalhou no Plantão Regional, efetuou o levantamento cadavérico com policiais da Delegacia de Homicídios e do Departamento de Polícia Técnica (DPT). Segundo ele, a vítima mudou-se para aquele endereço há pouco mais que um mês.

“Ela foi enforcada, e com relação a suspeitos, tem algumas pessoas com quem ela manteve relacionamento que serão intimadas para prestarem depoimento na delegacia, e tem dois pedreiros que trabalharam na reforma da casa, que ela estava pensando em trocar. Por conta do estado do corpo, não foi possível constatar se ela foi agredida ou violentada sexualmente. No local não há sinais de arrombamento, e provavelmente ela foi morta por alguém que ela conhecia ou que tinha acesso a casa facilmente. Também não havia objetos quebrados ou lançados ao chão de forma aleatória”, informou o delegado destacando que o local passará por uma perícia.

A guarnição do Pelotão de Emprego Tático Operacional (Peto) 67 foi acionada e preservou o local do crime.

 

Portal Formosa, seu portal de notícias - Fonte: Acorda Cidade

APOSENTADOS E PENSIONISTAS QUE GANHAM MAIS QUE O MÍNIMO TERÃO REAJUSTE DE 2,07%

11/01/2018 10:13
Aposentados e pensionistas que ganham mais que o mínimo terão reajuste de 2,07%

Os aposentados e os pensionistas que recebem mais de um salário mínimo terão reajuste de 2,07%, informou ontem (10), o Ministério da Fazenda. De acordo com a pasta, a portaria com o aumento será publicada hoje (11) no Diário Oficial da União. O reajuste equivale à variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) em 2017, anunciado hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O índice, que mede a variação de preços para famílias que ganham de um a cinco salários mínimos, registrou variação menor que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que fechou o ano passado em 2,95%. Com o reajuste, o teto das aposentadorias e pensões da Previdência Social sobe de R$ 5.531,31 para R$ 5.645,80. Quem recebe benefícios que equivalem ao salário mínimo, que passou de R$ 937 para R$ 954, terá reajuste menor, de 1,81%.

Contribuições ao INSS:A portaria também reajustou as faixas de contribuição dos trabalhadores para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A contribuição de 8% passa a valer para quem recebe até R$ 1.693,72. Quem ganha entre R$ 1.693,73 e R$ 2.822,90 pagará 9% e quem recebe de R$ 2.822,91 até o teto contribuirá com 11% do salário. Como o recolhimento se dará sobre o salário de janeiro, as novas faixas só entrarão em vigor em fevereiro. As faixas do salário-família também sofreram reajuste. A cota de R$ 45 valerá para os segurados que ganham até R$ 877,67. Para quem recebe entre R$ 877,68 e R$ 1.319,18, a cota corresponderá a R$ 31,71. 

 

Portal Formosa, seu portal de notícias - Fonte: Agência Brasil

APÓS PEDIDO DE CASAMENTO, PAI MATA NAMORADA DA FILHA A FACADAS

11/01/2018 08:59

Um pedido de casamento teria motivado um assassinato no Distrito Federal. Investigadores da 26ª Delegacia de Polícia (Samambaia) informaram, na terça-feira (9), que Anne Mickaelly Monteiro Mendonsa, de 23 anos, foi assassinada a facadas, na madrugada do último sábado (6), por ter pedido a namorada em casamento.

O sogro, que tem 46 anos, é apontado pela polícia como principal suspeito do crime.Segundo a polícia, momentos antes de ser apunalhada, Anne teria ido à casa da namorada para oficializar o relacionamento. E teria soltado até fogos de artifício para comemorar. Quando a nora saiu, o sogro teria pegado uma faca e corrido atrás dela. Anne foi alcançada por ele na Quadra 519, onde foi esfaqueada na cabeça e no rosto. Ela morreu no local .

Testemunhas do momento do crime já foram ouvidas pela polícia. O suspeito continua foragido.

 

Portal Formosa, seu portal de notícias - Fonte: CN/Notícias ao Minuto

ABARÉ-BA: HOMEM FOI MORTO APÓS TER CASA INVADIDA POR BANDIDOS QUE DIZIAM SER POLICIAIS; MULHER COM BEBÊ NO COLO FOI ESFAQUEADA

09/01/2018 19:31

Resultado de imagem para assassinato sangue

Imagem Ilustrativa

 

Segundo o G1, um homem foi morto após ter a casa invadida, na zona rural da cidade de Abaré, norte da Bahia, na madrugada desta terça-feira (9). A companheira dele, que segurava o filho de 4 meses no colo, foi golpeada com faca pelos bandidos na residência.

De acordo com a polícia, Sidnei Aparecido Santos Silva, de 32 anos, e sua esposa dormiam quando homens encapuzados bateram na porta afirmando serem policiais.

Os bandidos invadiram o imóvel e tiraram a vítima do local. Sidnei foi morto com tiros e golpes de faca na rua, conforme informou a polícia.

Ainda segundo a polícia, os suspeitos pediram para que a mulher soltasse o bebê, mas ela não o fez. Apesar de ter sido gravemente ferida, ela não foi morta porque segurava a criança, disse a polícia.

A mulher foi socorrida por populares para o hospital municipal da cidade e depois transferida para uma unidade em Petrolina. A polícia não soube informar para qual hospital ela foi levada, nem o estado de saúde dela.

O corpo do rapaz foi removido pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT) e levado para a unidade de Paulo Afonso, na manhã desta terça-feira.

A polícia não soube informar o que aconteceu com o bebê. A suspeita é de que o crime tenha sido praticado por vingança, mas a motivação e os suspeitos ainda são desconhecidos.

 

Portal Formosa, seu portal de notícias - Fonte: G1

MEC CONFIRMA QUE VAI PROIBIR CRIAÇÃO DE CURSOS DE MEDICINA POR 5 ANOS

09/01/2018 19:14
MEC confirma que vai proibir criação de cursos de Medicina por 5 anos

O Ministério da Educação (MEC) confirmou que está próxima a suspensão da criação de novos cursos de Medicina por cinco anos, no país, por meio de decreto. “O ministro da Educação, Mendonça Filho, irá propor ao presidente Michel Temer a edição do decreto. A proposta ainda está em elaboração e visa a sustentabilidade da política de formação médica no Brasil, preservando a qualidade do ensino, já que o Brasil é referência na formação médica”, diz a assessoria, em nota enviada ao CORREIO nesta segunda-feira (8). Para a decisão, o MEC diz levar em conta os dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), que apontam que o Brasil já atingiu as metas de vagas por ano estabelecidas, de cerca de 11.000. A confirmação da futura proibição ocorreu durante a apuração da reportagem que discute o valor cada vez mais alto das mensalidades dos cursos de Medicina, com foco na Bahia, onde pode-se desembolsar até R$ 720 mil - apenas em mensalidades - para formar um profissional. Sobre essa questão, a assessoria do MEC informou que não tem qualquer responsabilidade sobre os valores cobrados pelas instituições de ensino particulares.

A pasta declarou ainda que a relação dos estudantes com as faculdades é regida por leis do consumidor. “O contrato de prestação de serviços educacionais é regido pela Lei no 8.078/90 - Código de Defesa do Consumidor -, firmado entre o aluno e a instituição de ensino, quando do ato da matrícula.”O ministério se preocupa apenas, segundo sua assessoria, com a qualidade do ensino. “O MEC segue os indicadores institucionais que definem o grau de excelência das instituições em termos de infraestrutura, corpo docente e projeto institucional, além das demais dimensões previstas no Sistema Nacional da Avaliação da Educação Superior – Sinaes, que tem por finalidade ampla a melhoria da qualidade da educação superior por meio de avaliações em três dimensões: institucional (autoavaliação e avaliação externa), de cursos e de desempenho dos estudantes.”

 

Portal Formosa, seu portal de notícias - Fonte: Voz da Bahia

FOTOS RARÍSSIMAS E TUDO SOBRE A VIDA E MORTE DE LAMPIÃO, O REI DO CANGAÇO

09/01/2018 18:55
Zé Sereno e outros três cangaceiros de seu bando, 1936. (Benjamin Abrahão/Acervo Abafilm).
 
O Cangaço: 12 fotos e 7 fatos impressionantes sobre um Brasil fora da lei
 
Essa é uma parte do país que por séculos se manteve oculta, um Brasil quase mitológico de tamanha particularidade. À própria sorte desde que se tem notícia, onde o Estado só comparece para cobrar tributos e a escassez está sempre por perto. Cidades e minúsculos distritos são controlados por figuras que muito bem se assemelhariam a senhores feudais, os coronéis, como eram conhecidos, eram autoridade máxima. Autoridade quase sempre incompatível com as péssimas condições de vida do sertão nordestino.
 
Foi nesse contexto que surgiu o Cangaço. Um banditismo digno dos clássicos filmes de faroeste, onde criminosos itinerantes driblavam a lei atravessando fronteiras estaduais. Sempre acompanhadas de sangue, as histórias do Cangaço remetem a pessoas muito humildes que, por um motivo ou outro, se recusaram a seguir a inércia de permanecer sob controle dos coronéis, optando por um caminho incerto que tratava com especial truculência aqueles tidos como seus inimigos. 
 
Mas o Cangaço não possuía apenas inimigos, entre fazendeiros estrategicamente aliados e outros pobres sertanejos, a opinião pública se manteve dividida. Se os miseráveis insatisfeitos com os abusos dos coronéis se sentiam representados na contestação desaforada daqueles homens e mulheres fora da lei, os frequentes requintes de crueldade e frieza garantiam o medo e a tensão permanente nas cidades por onde passavam os bandos de cangaceiros. 
 
Maria Bonita, mulher de Lampião, posa para o fotógrafo libanês Benjamin Abrahão junto aos seus dois cães, Guary e Ligeiro, 1936. (Benjamin Abrahão/Acervo Abafilm).
 
1 - O poder absoluto dos coronéis no Sertão. 
 
Desde os tempos do Império, a falta de interesse do Estado pelo Sertão obteve efeitos sangrentos na região. Entre os mais devastadores episódios de clara resposta à situação negligente e única presença para cobrança de tributos, destaca-se a Guerra de Canudos e o fenômeno de banditismo conhecido como Cangaço. Ambas as experiências possuíam em sua essência o sentido de contestação das figuras conhecidas como coronéis.
 
Em meio a uma vasta extensão territorial de pouco interesse público, o Império instituiu a titulação de Coronéis da Guarda Nacional para grandes latifundiários Brasil a dentro. Na prática, o governo passou a legitimar uma relação de domínio que já se fazia efetiva desde os tempos coloniais. Os coronéis eram, quase sempre, pessoas que possuíam total influência na atividade econômica de cidades inteiras. O que representava poder absoluto em uma região onde a opção era se submeter ou sucumbir.
 
Os coronéis eram homens acima da lei. Além da tradicionais forças policias, também submetidas aos seus interesses, eles tinham sua própria "polícia", eram capangas conhecidos como jagunços: figuras armadas que tratavam de fazer a guarda de terras, castigar e executar inimigos de seus chefes. Foi a truculência desses jagunços que deu origem à jornada de diversos cangaceiros motivados pelo desejo de vingança. 
 
Virgínio Fortunato, cunhado de Lampião, posa sorridente junto aos "cabras" e mulheres de seu bando para as lentes de Benjamin Abrahão, 1936. (Benjamin Abrahão/Acervo Abafilm).
 
2 - A vida criminosa como alternativa à miséria e submissão. 
 
As condições naturais do Sertão são especialmente infavoráveis à vida humana. Os longos períodos de estiagem castigam seus habitantes através dos efeitos consecutivos que a falta d'água produz. O gado morre e as plantações ficam comprometidas, assim, famílias inteiras tentam se equilibrar num contexto de subsistência precária. Quando havia oferta de emprego, ou melhor, de trabalho, ela era ligada ao coronel da região, figura nem sempre louvável.
 
"Inteiramente só, o sertanejo é um homem abandonado a sua própria sorte, nada lhe resta senão a desesperança. Ou a rebeldia, que é um simples efeito de causas profundas, da ausência de justiça, analfabetismo, precariedade de comunicação, baixos salários, débil capitalismo e um lentíssimo desenvolvimento das forças produtivas."
 
Pensar nas autoridades da região como figuras de violência e senso de justiça similar aos dos temidos cangaceiros faz com que se compreenda melhor como tantos sertanejos optaram por esse caminho. A vida criminosa não era nada cordial, mas entre fugas e investidas, oferecia o poder de ter tudo aquilo que passava longe da realidade da maioria: ouro, respeito e mulheres (e sobre este último ponto, como é de se imaginar, o estupro era algo recorrente).
 
Corisco, o primeiro a esquerda, tendo ao seu lado a companheira Dadá e integrantes do seu grupo, 1936. (Benjamin Abrahão/Acervo Abafilm).
 
3 - O sangrento preço da vida entre os cangaceiros. 
 
O vermelho é uma cor muito compatível com o trajeto do Cangaço, não apenas pelo coro de luta ou coragem, mas principalmente pelo sangue. Se entre os coronéis, representantes da lei no Sertão, a violência já era evidente, no Cangaço ela era uma assinatura. O traço hediondo da tradicional execução por sangramento era regido pelo punhal, introduzido em pontos vitais de suas vítimas. Para lidar com tamanha rotina, outra característica chamava atenção: a frieza aterrorizante. 
 
Ao passo que se comandava torturas e execuções, as histórias também falam dos cangaceiros como figuras musicais e risonhas. Como se a vida e a morte fosse (e era mesmo) parte do dia-a-dia daquelas pessoas. 
 
Já dizia o mítico Rei do Cangaço, Virgulino Ferreira da Silva, o Lampião:
 
"Três coisas eu trago de Pernambuco: dinheiro, coragem e bala."
 
Bem como a tradição oral transmite, em certa ocasião um sujeito estava cometendo incesto e foi flagrado por Lampião, o cangaceiro separou os dois irmãos e trouxe o rapaz para conversar. Ele falou para o homem que ele devia colocar os seus testículos dentro da gaveta e fechar com chave. Em seguida, Lampião colocou um punhal sobre o criado-mudo e disse "Volto em dez minutos, se você ainda estiver aqui eu te mato".
 
Assim se construiu uma lenda, e essa é só uma das histórias que se contam até hoje. 
 
O lendário cangaceiro Lampião posa para foto segurando uma edição de um dos jornais que costumava ler, "O Globo", 1936. (Benjamin Abrahão/Acervo Abafilm).
 
4 - A opinião pública dividida entre amor e ódio.
 
Lampião já era uma lenda viva antes mesmo de sua vida ser documentado pelo corajoso jornalista sírio-libanês, Benjamin Abrahão. Tratado pela polícia dos estados como uma verdadeira praga a ser exterminada, temido por onde passava, ainda assim ganhou a simpatia de muita gente.Virgulino tinha a confiança de gente de diversos setores da sociedade: coronéis, sertanejos e até mesmo a igreja, representada pelo inigualado Padre Cícero, a quem se deposita regionalmente o prestígio de uma santidade. 
 
A situação de considerável apoio da sociedade pode se amparar no senso de justiça em crítica à força oficial vigente. O respeitado historiador britânico, Eric Hobsbawn, em uma de suas obras (Bandidos/1969), apontou o Cangaço brasileiro como um exemplo claro do fenômeno do banditismo social, que se alinhava ao princípio de contestação, como um sentido primitivo de revolta. 
 
“O ponto sobre bandidos sociais é que eles são criminosos camponeses a quem o senhor feudal e o Estado enxergam como criminosos, mas que permanecem dentro da sociedade camponesa, e são considerados por seu povo como heróis, como campeões, vingadores, lutadores pela justiça, talvez até mesmo líderes de libertação e, em qualquer caso, homens para serem admirados, ajudados e apoiados. Esta relação entre o camponês comum e o rebelde, bandido e ladrão é o que faz o banditismo social interessante e significativo.”
 
 
Volantes do estado da Bahia em registro de Benjamin Abrahão, circa 1936. (Benjamin Abrahão/Acervo Abafilm).
 
5 - Volantes: a polícia especial dos estados treinada com as mesmas práticas dos cangaceiros.
 
Por décadas a República simplesmente amargou a inferioridade de suas forças diante do preparo e conhecimento preciso dos bandos cangaceiros. Equipados com cangas de madeira e utensílios metálicos (daí o nome cangaço: canga+aço), esses grupos eram compostos por homens (e também, muito raramente, mulheres) de invejável experiência de combate, sempre furtivos e ágeis.
 
Nas cidadelas invadidas, a polícia costumava ser ínfima e sem a menor condição para impedir investidas tão bem articuladas. Quando chegava algum reforço capaz de enfrentá-los, os cangaceiros simplesmente desapareciam em rotas de fuga que os levavam para outros estados, onde somente as forças policiais correspondentes poderiam atuar.
 
A reação dos estados foi precisa: responder na mesma moeda. Foram constituídas as chamadas forças volantes, o braço cangaceiro da polícia, formadas por homens (alguns deles até ex-cangaceiros) de preparo e práticas de combate idênticas às dos bandos criminosos. Assim, rotas de fuga, abrigos e investidas furtivas estavam mais sujeitas a falhas. 
 
O encontro de Abrahão com o bando de Virgulino, em foto tirada pelo cangaceiro Juriti. Da esquerda para a direita: Vila Nova, não identificado, Luís Pedro, Benjamin Abrahão (à frente), Amoroso, Lampião, Cacheado (ao fundo), Maria Bonita, não identificado, Quinta-Feira, foto de 1936. (Acervo Abafilm).
 
6 - O jornalista libanês que documentou a vida dos cangaceiros.
 
Figura responsável pelos mais preciosos registros iconográficos do Cangaço, Benjamin Abrahão Botto conheceu de perto, por vários meses, a rotina de diversos bandos cangaceiros, inclusive os dos notáveis Corisco e Lampião. Ele foi por muitos anos secretário de Padre Cícero em Juazeiro do Norte, no interior do Ceará, até que com a morte do sacerdote em 1934, colocou em prática seu projeto mais ambicioso: filmar e fotografar Lampião e seu bando.
 
Se aproveitando da ligação de Lampião com Padre Cícero, Abrahão facilmente se aproximou do cangaceiro. Lampião era uma figura extremamente vaidosa, característica que o consolidava como Rei do Cangaço, se deixando acompanhar pelo jornalista. O material coletado ao longo de cerca de 2 anos (1936 e 1937) era de extrema preciosidade e foi recebido nas grandes metrópoles como um verdadeiro escândalo. O Cangaço era uma ofensa ao Estado Novo de Getúlio Vargas, que tratou de censurar e confiscar o registro de Benjamin. 
 
“As fotos e filmes de Benjamim eram um atestado da incompetência das forças policiais e uma afronta ao Palácio do Catete”
 
O sírio-libanês Benjamin Abrahão trouxe a público relatos detalhados sobre a rotina e características dos bandos cangaceiros, o que pode ter sido nocivo à estratégia dos bandos, cada vez mais combatidos em esfera interestadual. Em menos de três anos a maior parte dos principais bandos foi desmantelada, inclusive com a execução de Lampião (1938) e Corisco (1940). O próprio Benjamin também teve seu fim em 1938 (dois meses antes da morte de Lampião e seu bando),vítima de nada menos que 42 facadas em um assassinato até hoje não esclarecido. Segundo o historiador Frederico Pernambucano de Mello, a mesma força que matou Lampião, matou Benjamin: o desmoralizado Estado Novo. 
 
“Antes que o Estado Novo espatifasse o sistema de poder do sertão, era alto negócio para qualquer fazendeiro comercializar com o cangaceiro. O Estado Novo acabou com esse colaboracionismo. A morte de Benjamin foi, sobretudo, uma queima de arquivo histórica.”
 
Cangaceiro Barreira posa junto à cabeça de seu ex-companheiro de bando, Atividade, como prova de lealdade à volante. 
 
7 - Um cerco que se fechava: a falência dos bandos e o fortalecimento do combate ao cangaço.
 
Com o passar dos anos, a forma que o Estado tratava o Cangaço era cada vez mais madura. A segunda metade dos anos 1930 foi especialmente difícil para os bandos cangaceiros. Um a um, os criminosos iam sucumbindo ou se entregando em troca da anistia. O marco do fim dos tempos do Cangaço foi a emboscada que executou Lampião, Maria Bonita e diversos membros de seu bando. Suas cabeças foram expostas ao público em muitas cidades do Sertão nordestino.
 
“Naquela época, Lampião mobilizava grossos capitais. Travava com coronéis da região que financiavam seus roubos e recebiam parte do lucro. Seu bando era a imagem do sucesso da organização fora da lei."
 
O fim do Cangaço foi causa direta da insatisfação com tamanha desmoralização do Estado Novo causada pelas imagens de Abrahão. Não só como atividade marginal, mas também como exemplo escancarado da corrupção de coronéis colaboradores, o Cangaço era uma afronta a Getúlio Vargase sua proposta ideológica. E sistematicamente pagou o preço da visibilidade que adquiriu.
 
 
Cadáver do cangaceiro Cirilo de Engrácia, morto por civis e usado como exemplo pela volante alagoana. A cabeça de Cirilo já havia sido decepada, foi recolocada para a foto. 1935. (Autor desconhecido/Acervo Sociedade do Cangaço).
 
 
Cabeças cortadas de membros do bando de Lampião, incluindo o próprio e sua parceira, Maria Bonita, mortos em uma emboscada em Porto da Folha, Sergipe. Elas foram expostas como troféu na escadaria da Prefeitura de Piranhas, no estado de Alagoas, este episódio simbolizou o fim dos tempos áureos do Cangaço. Foto de 1938 (Autor desconhecido/Acervo Sociedade do Cangaço).
 
 
Cabeças dos cangaceiros expostas em Santana do Ipanema/AL, 1938. (Autor desconhecido/Acervo Sociedade do Cangaço).
 
O médico legista Charles Pittex segura as cabeças mumificadas de Lampião e Maria Bonita, elas ficaram expostas por muitos anos na Faculdade de Medicina da Bahia, foto de 1939. (Autor desconhecido).
 
Fontes:
HOBSBAWM, E.J. Bandidos. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1969.
MELLO, Frederico Pernambucano. Guerreiros do sol – violência e banditismo no nordeste do Brasil. São Paulo: A Girafa Editora, 2004.
 
Bruno Henrique Brito Lopes 
Graduando em História pela Universidade Católica de Pernambuco. 

 

Portal Formosa, seu portal de notícias - Fonte: Rodrygo Ferraz

O Cangaço: 12 fotos e 7 fatos impressionantes sobre um Brasil fora da lei

EUCLIDES DA CUNHA-BA: HOMEM É ASSASSINADO E 3 PESSOAS SÃO PRESAS

08/01/2018 11:56

Material apreendido

 

Manhã bastante movimentada na 1ª Delegacia Territorial de Polícia Judiciária da 25ª Coorpin, com várias pessoas registrando boletim de ocorrência de furto e roubo de aparelhos de telefone celular, a maioria das práticas criminosas aconteceu durante a festa de Santo Reis ocorrida neste final de semana no bairro Nova América. 

O caso mais grave aconteceu na madrugada desta segunda-feira (08) e envolveu cerca de 4 pessoas, sendo duas mulheres e dois homens, que culminou em desentendimento entre o grupo, resultando na tentativa de homicídio seguido de morte. 

Informações preliminares indicam que a vítima, um jovem conhecido como Devinho, teria vindo de Salvador juntamente com comparsas, a convite de uma mulher que reside em Euclides da Cunha, para praticar furtos na festa do bairro Nova América. O grupo formado por duas mulheres e dois homens, teria agido durante a festa e, ao final, quando faziam a partilha dos produtos furtados e/ou roubados, se desentenderam e um dos elementos efetuou um disparo de arma de fogo contra a cabeça do parceiro, que foi socorrido para o Hospital Municipal ACM/Português, onde recebeu os primeiros socorros, mas, diante da gravidade do ferimento, foi transferido para outra unidade de saúde, onde passaria por cirurgia especial; porém, durante o trajeto, não resistiu e veio a óbito, sendo trazido de volta para Euclides da Cunha e, posteriormente recolhido para o IML, para necropsia. 

As mulheres que faziam parte do quarteto foram detidas e conduzidas para a 1ª DT, para serem interrogadas. O suspeito de ter cometido o homicídio econtra-se recolhido na DP de Euclides da Cunha. Com o mesmo foi encontrado uma pistola 380, além de vários celulares furtados na festa e uma quantia em dinheiro.

 

Portal Formosa, seu portal de notícias - Fonte: Euclidesdacunha.com

<< 1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>

NOTÍCIAS

MULHER GRÁVIDA E MAIS 4 PESSOAS DA MESMA FAMÍLIA SÃO MORTAS EM CHACINA NO INTERIOR DA BAHIA

17/01/2018 18:05

SEM DINHEIRO, JOVEM BAIANA ANUNCIA DOAÇÃO DE FILHAS NO FACEBOOK

17/01/2018 17:05

FILHA ENCONTRA O PAI MORTO POR ENFORCAMENTO DENTRO DE CASA EM PAULO AFONSO

17/01/2018 16:18

SALVADOR ESTÁ FORA DE ALERTA DE FEBRE AMARELA PARA O CARNAVAL, DIZ MINISTÉRIO

17/01/2018 15:56

RECADASTRAMENTO BIOMÉTRICO NÃO É OBRIGATÓRIO PARA CHORROCHÓ, ABARÉ, MACURURÉ E RODELAS

16/01/2018 18:13

MULHER É ENCONTRADA MORTA DENTRO DE UMA GELADEIRA EM SIMÕES FILHO

16/01/2018 17:14

PROCURA-SE JOVEM DESAPARECIDA NO RÉVEILLON DE SALVADOR-BA

16/01/2018 16:24

PM PRENDE MAIS UM SUSPEITO DE PARTICIPAÇÃO EM ASSALTO AO BRADESCO DE ABARÉ-BA

15/01/2018 19:28

ABARÉ-BA: PM DESARTICULA QUADRILHA QUE ASSALTAVA NA BR-116

15/01/2018 19:08

PM APREENDE JOVEM DE 17 ANOS COM ARMA E QUASE R$ 20 MIL ROUBADOS DO BRADESCO DE ABARÉ-BA

15/01/2018 18:59

PAI E FILHO SÃO MORTOS EM CASA POR CAUSA DE DÍVIDA COM CIGANOS NO INTERIOR DA BAHIA

15/01/2018 18:25

DETRAN-BA REALIZARÁ LEILÕES DE MAIS DE 2.000 VEÍCULOS APREENDIDOS EM EUCLIDES DA CUNHA, SENHOR DO BONFIM E REGIÃO

15/01/2018 17:49

SERGIPE: IDOSA DE 81 ANOS MORRE APÓS SER ESPANCADA PELA NETA

15/01/2018 17:46

CONVITE: AUDIÊNCIA PÚBLICA PARA ELABORAÇÃO DO PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO DE MACURURÉ-BA

13/01/2018 12:01

PMs DA BAHIA E PERNAMBUCO E A POLÍCIA FEDERAL DESMONTAM BANDO QUE ROUBOU CARRO-FORTE EM JUAZEIRO-BA

13/01/2018 11:54

CAMAÇARI-BA: DOIS ENVOLVIDOS NA MORTE DE CASAL SÃO ESTUPRADOS NA CADEIA; UM VÍDEO FOI GRAVADO E PUBLICADO POR PRESOS

13/01/2018 11:15

ARÁBIA SAUDITA TEM PRIMEIRO JOGO DE FUTEBOL COM MULHERES NAS ARQUIBANCADAS

13/01/2018 11:03

ASSALTANTES TOMBAM EM CONFRONTO COM A PM DE IPIRÁ-BA

13/01/2018 10:49

QUADRILHA RESPONSÁVEL POR ASSALTAR AGÊNCIAS BANCÁRIAS DE PARIPIRANGA, CORONEL JOÃO SÁ, SÍTIO DO QUINTO E ADUSTINA FOI PRESA

13/01/2018 10:35

CAMAÇARI-BA: DURANTE DOIS DIAS, MULHER FOI ESTUPRADA POR CINCO HOMENS ANTES DE SER MORTA; MARIDO TAMBÉM FOI MORTO

11/01/2018 12:07
1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>
Share to OrkutShare to FacebookShare to TwitterShare to Google BuzzShare to LinkedinStumble ItMais...