2 bandidos são mortos em tentativa de assalto na Bahia

15/08/2012 09:52
 
PM valente não se aposenta nunca / Luciano Da Matta

 

Bandidos vacilões acharam que iam se dar bem em cima de coroa

 

Um senhor de cabelo branco sozinho dentro de um carro. Ele para o veículo na esquina à espera do melhor momento para acessar a outra pista. Seria uma presa fácil para os bandidos. Assim deve ter pensando dois homens que abordaram o Gol prata, de placa JSG-0039, na esquina da Rua Macarani com a Numa Pompilho Bittencourt, em Pernambués. Mas, ao volante estava o tenente-coronel José Gracindo França Peixinho, 61 anos, atualmente na reserva da PM. Ele reagiu e baleou os dois bandidos. Tiago de Jesus Lima, 23 anos, foi atingido  na cabeça e morreu sentado no banco do motorista do carro. Já Igor Nascimento Moura, 32,  conseguiu correr e caiu a cerca de 150 metros do veículo. Ele foi levado pela PM ao HGE, mas não resistiu ao tiros no abdômen, tórax, pernas e braços.

Segundo o titular da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos (DRFRV), Nilton Borba, o PM contou que foi ameaçado pelos homens armados e retirado violentamente do carro. “Ele correu alguns metros e os caras deram um tiro. Ele se protegeu atrás de um carro e efetuou os disparos”, relata o delegado. Um revólver calibre 38 e um 22, usados pelos assaltantes, foram apresentados na DRFRV. Nilton Borba informou que o episódio será apurado como legítima defesa. O tenente-coronel alegou estar abalado e não quis conversar com a equipe de reportagem. Vários oficiais da PM acompanharam o colega  enquanto ele prestava depoimento.

 

Chamaram de vagal

Uma testemunha contou, sob anonimato, que os assaltantes chamaram o PM de vagabundo ao mandar ele sair do carro. “Os caras falaram: ‘Desça, seu vagabundo. Ainda mandaram entregar o relógio”, narra. “Quando os caras já estavam dentro do carro, ele atirou. Viram ele de cabelo branco e pensaram que era uma vítima fácil”, completa. Segundo o delegado Nilton Borba, os dois mortos tinham passagem pela polícia. Igor tinha passagem por roubo e estava com dois mandados de prisão em aberto por homicídio. Ele foi condenado pela Justiça por matar duas pessoas, na Ilha de Itaparica, há 12 anos. Tiago tinha passagem por roubo de carro.

 

Deixe seu comentário

uuu

Data: 22/10/2012 | De: uuuu

morreu por que quis

Novo comentário