As urnas da 158ª zonal eleitoral (Abaré, Chorrochó, Macururé e Rodelas) já estão com as mídias e lacradas

01/10/2012 08:58
 
Na última quarta-feira  26, no cartório eleitoral de Chorrochó, na 158ª zona eleitoral, foi gerando as mídias das urnas das próximas eleições do dia 7 de Outubro próximo.
As mídias destinadas às urnas, ou seja, todos os dados oficiais necessários para a votação foram inseridos nos cartões de memória e mídias de resultados que serão utilizados pelas urnas nas Eleições 2012.
A mídia foi gerada sob o acompanhamento do juiz eleitoral Drº Claudio Santos Pantoja e da promotora eleitoral Drª Luciana Khoury, e realizado pela chefe de cartório eleitoral Drª. Rafaela Sampaio, Selma Duarte e pelos técnicos de urnas Edilson Oliveira Maciel, Wilsa Mercia, Cristina e Laura. Tiveram presentes também representantes das coligações de Abaré, Chorrochó e Macururé.
Devido a suspeita de fraude nas urnas de eleições anteriores o juiz e a promotora, para dar mais transparência ao pleito, resolveram gerar as mídias e lacrar as urnas na própria sede do cartório eleitoral de Chorrocho que corresponde as cidade de Abaré, Chorrochó, Macururé e Rodelas. Pois antes a lacração das urnas era feita na cidade Paulo Afonso,  já a geração de mídia sempre foi feita em Chorrochó.
 
 

E no seguinte dia 27, as urnas foram lacradas, aos olhos também, do juiz e da promotora eleitoral e de todas as coligações da 158ª zona eleitoral. Alguns representantes das coligações tomaram o cuidado e fizeram algumas anotações, a exemplo de anotar os números do lacre das urnas para no dia das eleições conferir e comprovar que as urnas estão seguras e que não houve alteração. Outros anotaram até o numero do lacre e o numero de patrimônio das urnas de contingência (urnas reservas) que por um eventual problema poderão ser utilizadas.
 
 
 
Diante disso, foi passado para todos presentes que, até o momento,  todas as 107 urnas são seguras, e que uma possível fraude está muito difícil de acontecer. Estão lacradas e guardadas 106 urnas, sendo uma quebrada, e sendo vigiadas 24h por policiais na comarca de Chorrochó, como também 08 urnas de lona foram lacradas, caso algumas urnas eletrônicas insistam em dar defeito.
 
As urnas de contingência  são destinadas a substituir aquelas que apresentarem defeitos durante a votação, foram também preparadas e lacradas, e, após o teste de funcionamento foram retirados o cartão de memoria de votação e a mídia de resultado da votação e colocados em lacres devidamente assinados. Em seguida, os cartões de memória de contingência, que poderão ser utilizados em caso de insucesso da urna eletrônica, serão colocados um a um, em envelopes lacrados e assinados pelos presentes.
 

Agora, em conversa com alguns coordenadores de técnicos de urnas de outros estados e até do próprio estado da Bahia. Eles explicaram que a fraude nas urnas é muito difícil quase impossível. Mas, o que pode acontecer, e que eles alertam as coligações, é que os mesários podem votar pelas pessoas que não comparecerem para votar. Aí onde fica o alerta para os fiscais das coligações.

 

Fonte: Chorrochó em Foco

Deixe seu comentário

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário