Bruno confessa autoria de carta e nega relação amorosa com Macarrão

10/07/2012 10:35

O advogado Rui Pimenta, que defende Bruno Fernandes, disse nesta segunda-feira (9) que o goleiro admitiu ter escrito uma carta para o amigo Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, mas negou tratar-se do fim de uma relação amorosa.


"A carta poderia ser o término de um relacionamento sexual, eu pensava isso. Mas ficou claro que a carta era dentro do âmbito da amizade depois de conversar com o Bruno", disse o advogado ao G1. Pimenta havia afirmado ao jornal O Estado de S. Paulo que o goleiro e Macarrão mantiveram um relacionamento homossexual.

Na carta, divulgada pela revista Veja desta semana, o jogador fala ao amigo sobre um plano B. O objetivo seria fazer Macarrão assumir sozinho a culpa pela morte de Eliza Samudio e livrar o goleiro.

"Maka, eu não sei como dizer isso, mas conversei muito com os nossos advogados e eles chegaram a uma conclusão devido aos últimos acontecimentos e descobertas sobre o processo e investigações. Nós conversamos muito e eles acham que a melhor forma para resolvermos isso é usando o plano B", diz a carta.

O advogado visitou Bruno nesta segunda-feira (9), na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem (MG). O jogador confirmou ter escrito o texto e, segundo o advogado, disse que nunca autorizou o amigo a matar a amante. Bruno acredita que está preso porque Macarrão não assumiu a culpa.

Relação homossexual
Mesmo que o goleiro negue, Pimenta afirmou ao G1 que a partir da reportagem publicada na revista Veja fica evidente que a convivência entre Bruno e Macarrão extrapola a área do sentimento.

"A 'Veja’ me fez acreditar na homossexualidade através dessa notícia”, disse Pimenta. A carta também faz referência a um vídeo gravado por Eliza, que supostamente mostrava uma cena de sexo entre ela, Bruno e Macarrão.

Bruno está preso na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem (MG)

“O relacionamento sexual não está somente dentro carta. Ele está na própria reportagem da 'Veja', quando diz lá que Eliza Samudio gravou um filme aonde tinham relação sexual os três. Então você daí vê que a homossexualidade já existia no filme que eles gravaram", continua o advogado.
 
Pimenta explica, porém, que o jogador nunca falou com ele sobre algum envolvimento sexual com Macarrão.

 

Deixe seu comentário

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário