Desafio: Líder da Igreja Mundial desafia Edir Macedo a abrir contas

25/03/2012 22:11
O líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, Valdemiro Santiago, negou as acusações feitas pelo programa Domingo Espetacular, da Rede Record de Televisão, no último dia 18 de março. A reportagem, baseada em documentos e registros em cartório, afirmou que Santiago teria desviado dinheiro da igreja e comprado duas fazendas no Mato Grosso. Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo neste domingo (25), o religioso afirmou que as propriedades não são suas, mas da igreja. O pastor desafiou ainda a Record e o líder da Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd), Edir Macedo, a abrirem suas contas a uma auditoria externa e independente. "Eu abro minhas contas, quero que sejam investigadas. Quero ver se ele (Macedo) faz o mesmo. Quero ver ele (sic) provar com que dinheiro comprou a emissora dele", declarou. Procurada pelo diário paulista, a Record informou por meio de sua assessoria que "a emissora e seu principal acionista, Edir Macedo, já foram vítimas de várias acusações levianas como estas que acabaram arquivadas no Supremo Tribunal Federal". Questionado se, como religiosos, tanto ele, Santiago, quanto Macedo não estariam a dar exemplo oposto ao que, por exemplo, pregou Jesus Cristo a respeito de não se odiar aos inimigos (Mateus 5,43 e Romanos 12,20, entre outros trechos bíblicos), o líder da Mundial respondeu: “Não tenho ódio (de Macedo). Eu oro por ele nas madrugadas. Eu abençoei a mãe dele. Fiz oração para curá-la. Isso não é ódio, é amor. Odiar é atacar como ele está fazendo", criticou.
 
Com informações do BN

 

Deixe seu comentário

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário