Dilma anuncia diminuição de 16,2% no preço da energia para residências e 28% para indústrias

07/09/2012 20:36

 

As tarifas de energia elétrica vão diminuir 16,2% para os consumidores residenciais e 28% para as indústrias a partir do início do ano que vem. O anúncio foi feito na noite desta quinta-feira (6) pela presidente Dilma Rousseff, em pronunciamento à nação por ocasião do Sete de Setembro. Segundo a líder nacional, a medida servirá como estímulo a competitividade do país. “Os ganhos serão usados tanto para a redução de preços para o consumidor brasileiro quanto para os produtos de exportação, o que vai abrir mais mercados dentro e fora do país”, disse. Segundo a presidente, a medida também vai ajudar indústrias em dificuldades e evitará demissões. Dilma explicou que a diminuição para o setor produtivo será maior porque os custos de distribuição são menores, já que as indústrias operam em alta tensão. Detalhes da medida serão divulgados na próxima terça-feira (11) em evento no Palácio do Planalto. A redução do preço da energia deve passar pela diminuição ou extinção de alguns dos dez encargos setoriais cobrados atualmente, que representam cerca de 10% do preço total do serviço. O governo também deve anunciar a renovação das concessões do setor elétrico que começam a vencer a partir de 2015, como hidrelétricas e linhas de transmissão. A diminuição do preço da energia faz parte da estratégia do governo para reativar a economia, que, segundo Dilma, se recupera dos efeitos da crise financeira internacional. A medida vai agregar o fator competitividade ao tripé do atual modelo de desenvolvimento do Brasil, baseado em estabilidade, crescimento e inclusão. Em entrevista ao Bahia Notícias, o deputado Antônio Imbassahy, já havua estimuladoque as contas de energia sofreriam redução.

 

Fonte: Euclidesemdestaque.com

Deixe seu comentário

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário