EUCLIDES DA CUNHA-BA: POLÍCIA DETÉM DOIS HOMENS POR PORTE ILEGAL DE ARMAS

28/03/2013 07:15

Uma guarnição de policiais militares do CETO (Companhia de Emprego Tático Operacional), que pertence 5º BPM de Euclides da Cunha, prendeu no fim da manhã desta segunda-feira, 25, dois homens por porte ilegal de armas, no centro da cidade.

A ação policial ocorreu por volta das 11h50 e teve o apoio de uma segunda guarnição de policiais militares para concluir a abordagem realizada a dois suspeitos que estavam em um carro estacionado em frente a agência da Caixa Econômica Federal, situada na Rua Castro Alves.

De acordo com a ocorrência registrada na 25º Coorpin/Euclides da Cunha, a abordagem decorreu em virtude de uma caminhonete ser vista parada em fila dupla e com o motor ligado – o que é proibido, segundo o CTB (Código de Trânsito Brasileiro). A detenção dos homens procede em função de estarem portando (no veículo) arma de fogo e arma branca – tipo faca, sem qualquer documento de comprovação do registro de posse dos artefatos.

Ao ser abordado, os ocupantes do veículo esboçaram apenas, reação de susto diante da presença dos profissionais de segurança pública. Com isso, uma vistoria foi realizada no veículo, sendo encontrados e consequentemente aprendidos: um telefone celular; uma faca; uma espingarda modelo Carabina 38mm com oito cartuchos intactos; e uma quantia em dinheiro; além disso, foi apreendida a caminhonete de marca Mitsubishi L200, de cor preta, placa JPO-0350, licenciada de Salvador – BA.

Diante do trabalho da polícia, os acusados não reagiram ao anúncio da detenção, sendo encaminhados para a 1ª DT de Euclides da Cunha, onde o delegado titular, Dr. Paulo Jason Falcão lavrou o flagrante e manteve-os em custódia até que os fatos fossem apurados.

Nesta terça-feira, 26, um dos homens foi liberado após prestar depoimento a polícia, já Carlos Ferreira Nascimento de 46 anos, natural de Tobias Barreto – SE, permanece detido. Ele assumiu ser o dono dos armas apreendidas.

Há grandes especulações pela cidade de que os acusados seriam assaltantes de bancos, em função da ação ter ocorrido nas proximidades de duas agências bancárias, mas essa informação não foi confirmada pela polícia, inclusive a investigação está em andamento e não há indício nenhum que eles assaltariam banco, evidentemente pelo porte das armas que são típicas de agricultores, como acontece de forma comum em nossa região.

Em esclarecimentos prestados a policia, o proprietário da caminhonete explicou que o motivo de o veículo estar funcionando naquela ocasião é decorrente de um problema mecânico, fato este constatado pela perícia realizada no mesmo.

 

Portal Formosa, seu portal de notícias

Fonte: euclidesdacunha.com /Imagens: José Mariano Cardoso

 

Deixe seu comentário