Greve dos bancários: saiba onde pagar suas contas

18/09/2012 10:44

Serviços podem ser feitos nos caixas eletrônicos, casas lotéricas e internet.

Após rejeitar a proposta de reajuste salarial de 6%, a categoria dos bancários decidiu iniciar uma greve por tempo indeterminado nesta terça-feira, 18, após quase dois meses de negociações com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). Entre as principais reivindicações, estão o reajuste salarial de 10,25% (aumento real de 5%), PRL de três salários mais R$4.961,25 e a adoção do salário mínimo de R$ 2.416,38 e do vale alimentação de R$ 622. A decisão atinge bancos públicos e privados em todo o país.

Veja como contornar a greve:

Pagamentos

O cliente pode optar por fazer o pagamento de contas na internet, em caixas eletrônicos, na sede da empresa, em correspondentes bancários (como casas lotéricas e supermercados)

Saques

A Febraban (Federação Brasileira de Bancos) recomenda o uso dos 182 mil caixas eletrônicos espalhados pelo Brasil. Os endereços estão disponíveis no site www.febraban.org.br

Horários

Os caixas que estão dentro das agências bancárias funcionam até as 22h; e em locais de grande circulação, como em lojas de conveniência, funcionam 24 horas

Outras operações

Nos terminais, é possível também realizar depósitos e transferências; sacar benefícios sociais (como INSS, PIS/abono salarial e FGTS); bloquear cartão; contratar empréstimo pessoal (CDC); resgatar investimentos e cadastrar contas no débito automático

Lotéricas

O atendimento é feito das 8h às 18h, exceto nas localizadas em shoppings e supermercados.

Os aposentados e pensionistas do INSS podem sacar os benefícios nos caixas eletrônicos. As contas que não puderem ser pagas durante a greve não terão acréscimo de juros, multas ou correções após o fim da paralisação.  

De acordo com o Sindicato dos Bancários da Bahia, todas as agências dos bancos públicos já estão fechadas em todo o Estado. Já os bancos privados ainda possuem agências abertas em alguns bairros, como Pituba e Itaigara. No centro da cidade, todas as agências, públicas e privadas, estão fechadas. No início da tarde desta terça-feira, o Sindicato divulgará um balanço com o número de agências que aderiram à paralisação.

Deixe seu comentário

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário