greve por tempo indeterminado em protesto contra a proposta oferecida pelo governo de parcelamento do reajuste salarial até abril de 2013.

11/04/2012 17:13

Professores estaduais decretam greve por tempo indeterminado

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Em assembleia realizada nesta quarta-feira (11) pela APLB (Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia), professores estaduais decretaram greve por tempo indeterminado em protesto contra a proposta oferecida pelo governo de parcelamento do reajuste salarial até abril de 2013. “O governo assinou um acordo com a APLB em novembro de 2011 com a promessa de 22,22% de aumento, não cumpriu e quer parcelar isso com uma parte agora, outra em novembro e mais uma em abril. A categoria não concordou porque a nossa ideia era de que, se fosse para parcelar, que fosse pelo menos dentro deste ano”, reclamou Eliza Melo, diretora da APLB. Depois da assembleia, um grupo do sindicato faz uma caminhada nesta manhã em direção à Praça da Piedade. Segundo Eliza, representantes da categoria irão realizar uma manifestação na próxima quarta-feira (18), em frente à Governadoria, no Centro Administrativo da Bahia (CAB). O governo prometeu enviar nesta quarta para a Assembleia Legislativa o projeto de lei que garante o pagamento do piso nacional a todos os professores do estado.   

Fonte: bahianoticias

Deixe seu comentário

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário