Líderes grevistas estão sendo procurados

05/02/2012 15:42
Doze líderes grevistas estão sendo procurados pelo comando da Polícia Militar – que não aderiu ao movimento,segundo confirmou o subcomandante-geral da PM, coronel Carlos Eleutério, neste domingo (5). Um deles é Marcos Prisco, presidente da Aspra (Associação dos Policiais, Bombeiros e de Seus Familiares do Estado da Bahia). 
 
De acordo com Eleutério, foram expedidos 12 mandados de prisão contra lideranças do movimento, que estão em fase de execução. 
 
O governador da Bahia, Jaques Wagner, afirmou, no sábado (4), que a reivindicação da anistia para os policiais que participam do movimento da greve no Estado não será atendida.

- Não se trata de um ato de arrogância ou de intolerância. Se alguém depreda ônibus, carro da polícia, sai pelas ruas atirando para cima, mata moradores de rua, qualquer coisa dessas é crime independente de quem o cometeu. Ultrapassar a democracia com a violação da lei, comigo não tem acordo.
 
Durante a greve, Salvador e as demais cidades do Estado sofreram com arrastões e saques. Cerca de 2.350 militares do Exército, da Marinha e da Aeronáutica estão no Estado para reforçar a segurança no Estado.
 

Deixe seu comentário

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário