o cantor revelou que a única mulher que chegou a agredir foi Carla Perez

06/03/2012 13:26

Cumpadre Washington resolveu se pronunciar novamente sobre seu relacionamento no passado com Scheila Carvalho.

O líder do grupo É o Tchan sentou no "laranjão" do "Muito+" da Band, nesta segunda-feira (5), e participou do quadro "Roda de Fogo".

Quando o assunto foi a ex-morena do grupo, o cantor abriu o jogo e disse que eles eram praticamente casados. O namoro, no entanto, nunca foi assumido por nenhum dos dois e durou quatro anos. "Nós morávamos juntos.

Na época eu era casado, mas me separei. Por ser muito galinha, eu não assumi ela, pois eu pegava outras também", confessou.

Compadre Washington contou ainda que o relacionamento chegou ao fim depois que ele engravidou outra mulher. Em recente participação no programa de Adriane Galisteu, Scheila preferiu não se pronunciar sobre o seu affair com o músico e, como forma de desabafo, cantou apenas um trecho de uma música do É o Tchan: "Pau que nasce torto nunca se endireita...".

Com fama de machão, o cantor revelou que a única mulher que chegou a agredir foi Carla Perez, sua ex-companheira de banda, mas que não foi de caso pensado. "Ela me chutou e eu revidei. Foi um lance de estresse. Brigamos por uma questão simples", explicou.

Ao final da atração, Galisteu sugeriu para que ele tirasse, ao vivo, o bigode, sua marca registrada. O cantor, é claro, não perdeu tempo e fez uma contraproposta. "Quem tiver interessado que eu tire o meu bigode é só me dar R$ 20 mil. É pouco, é só para terminar a casa da minha mãe".

 

Fonte: bahianoticias

Deixe seu comentário

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário