Sindicalistas de várias cidades vizinhas participaram em apoio ao movimento

31/03/2012 20:11

SINDISPUCAN, APLB-Sindicato e Força Sindical paralisam BR 116 por mal administração Publica

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Os servidores Publico do município de Canudos, junto com a Força Sindical e APLB Sindicato de Canudos, paralisaram ontem(30) a BR 116 no trecho Bendegó no Município de Canudos, logo depois da paralisação da BR 116, os sindicalistas partiram para a frente da prefeitura onde não foram recebidos pelo prefeito do PRB-BA, em seguida saíram em passeata até a câmara de vereadores onde participaram de uma sessão especial que foi transmitida pela radio comunitária da cidade, onde discursaram a falta de interesse do prefeito do PRB-BA que não dialoga com sindicalistas, professores e com a comunidade, quando a saúde da cidade esta de mal a pior, o esgoto a céu aberto, praças mal acabada, posto de saúde 2 anos abandonado, obras de pavimentação que com menos de um mês já esta cheia de buracos,as ruas com lixos e entulhos, sem aumento salarial a dois anos para os professores, garis e funcionários de rede de esgoto sem proteção e sem luvas e por represália não paga há 18 meses os rendimentos do presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Canudos.
Sindicalistas de várias cidades vizinhas participaram em apoio ao movimento junto com a Força Sindical o movimento lutou contra a falta de delegado titular na cidade, reajuste do salário, apoio aos professores que ha dois anos não tem aumento salarial, reabertura do banco do Brasil que esta fechado, reabertura da comarca do fórum em Canudos e a volta dos rendimentos do Presidente do SINDISPUCAN popularmente conhecido como TCHE do Sertão que a 18 meses não recebe do município.
Mas novamente o prefeito não quis ouvir os sindicalistas desafiando a força Sindical e mostrando seu lado anti-democrático e Carlista de onde veio seu irmão que foi ex-prefeito cassado pela justiça em Canudos.
Em menos de um mês professores reivindicaram seu plano de carreira na porta da prefeitura e foram agredidos de forma violenta por funcionários da prefeitura.
Em nenhum deste movimento o Prefeito Senoca do PRB-BA sentou ou ao menos recebeu um dos sindicalistas ou professores.
Ontem(30) os professores da APLB-Sindicato de Canudos realizaram uma Assembléia e decidiram deflagrar greve por tempo indeterminado e deram um prazo de 72 hrs para que o prefeito regularize a situação dos professores que a dois anos não recebe reajuste salarial e cumprir o plano de carreira.

 

Fonte: Canudosnet

Deixe seu comentário

josecar@hotmail.com

Data: 01/04/2012 | De: jose carlos

o povo de canudos estao vivendo como no empo da ditadura,sao impedidos de lutar por seus direitos,por medo das ameaças do prefeito,por cortes de salarios assim como fez com o lider dos sindicatos,tudo isso que esta na nota e verdade,mais e pouco diante das coisa absurdas que acontece aqui em caudos,o site de macurure publica nota que e metira.porque e deles,mais querem saber se e verdade ou nao ,chamen a inprrensa e vernham ter a certeza aqui em canudos.divulguem na televisao quem sabe assim a justiça nos enxergam

lucanudos @hotmail.com

Data: 01/04/2012 | De: lucas

o que eses prefeito esta fazendo com o povo de canudos e um absurdo,acho que so esa paralizaçao nao valeu,temos que fazr algo bem maior para chamar atençao das autoridades para o descaso desse homem a justiça parece nao enxerga sao tantas denuncisqa feitas e nda e nenhuma providencia e tomada,

Novo comentário