Veja Imagens da Mulher que diz conversar com Nossa Senhora e também a imagem da Santa

23/05/2012 10:04

 

Em uma demonstração de fé, católicos de Riachão do Jacuípe se dirigiram para o município de Ichu na tarde desta segunda-feira, 21, a fim de buscarem a imagem de Nossa Senhora da Paz, que foi confecionada pela artesã ichuense Maria Auxiliadora.

Dona Dodora residente na comunidade do Canavial, foi incubida de criar uma imagem com aproximadamente 1,70 de altura e com as características definidas pelos devotos.

 

Antes da retirada da imagem houve uma pequena celebração feita pelo senhor Eduardo do Santuário da Divina Misericórdia, localizado na fazenda Pé do Morro que fica no Morro do Bom Sucesso em Riachão.

O pedido para que a imagem fosse criada, aconteceu depois que a senhora Rita de Cássia Freitas da Silva começou a afirmar que Nossa Senhora da Paz estava aparecendo para ela.

 

Rita de Cássia é natural de Riachão do Jacuípe, casada,  mãe de quatro filhos e mora no Bairro da Bela Vista naquele município.

Segundo Rita de Cacia atualmente tem ficado no Santuário onde Maria a mãe de Jesus tem falado com ela todos os dias.

Emocionada, Rita disse que a primeira vez que algo diferente aconteceu com ela foi há seis anos, quando por volta das 6 horas da noite a lua transformou-se em uma forte luz. Preocupada com o que tinha presenciado, procurou o padre e comunicou o que havia ocorrido.

A humilde mulher confirmou que de setes meses para cá as aparições se tornaram frequentes e que foi muito difícil assumir essa missão de receber as Divinas Revelações de Maria.

 

Falando para o público, ela revelou que chegou a desmaiar várias vezes quando foi envolvida pelos mistérios. Cheguei a ficar com medo, foram momentos de agonia, parecia choque elétrico, mas Maria pediu para eu não temer, pois eu sou a Mãe de Jesus, a Rainha da Paz e vim para ajudar a você e a todos que precisarem.

Quando  vi a tribulação tão forte para mim, meu sofrimento estava sendo tão grande  que eu falei para ela: Mãe, eu não quero mais. Eu não aceito mais essa cruz. Então, ela me disse: Filha, se Jesus te escolheu é porque sabia que era capaz. Essa cruz é sua e carregará até o fim.

Eu tentei fugir da cruz e tenho prova, que quando meu marido chegou lá em uma noite de tribulação, eu peguei minhas malas e falei: hoje eu vou embora, cansei de tanta agonia de tanto sofrimento. Estou com saudade da minha casa. Quando coloquei as malas dentro do carro, um verdadeiro raio veio do céu e me derrubou, muitas pessoas aqui estão de prova. Ao chegar ao quarto onde vejo Nossa Senhora, acordei com ela em minha frente dizendo que estará comigo onde eu for.

Certo dia Maria apareceu novamente afirmando que era chegada a hora do juramento. Hoje chegou o verdadeiro sim. Jesus espera de ti a resposta. Eu coloquei a mão no coração, vestida como ela se veste e jurei.

Maria, hoje é o meu sim. Te dou o meu sim de coração, aceito carregar a minha cruz. Aceito ser humilhada, ser pisada por Satanás, pelo povo que não acredita. Eu acredito em Ti e sustentarei o meu sim até o fim.

Estou aqui em Ichu cumprindo a missão que ela me determinou. Na aparição dessa madrugada ela pediu  para que o profeta Eduardo fizesse essa caminhada lendo o Evangelho e rezando o Terço, não se esquecendo dele um só segundo.

São muitas as revelações de Maria para mim, mas a mais forte e que me deixou intrigada foi sobre uma bola de fogo que cairá sobre a terra. Maria não deixou claro quando será esse fenômeno, dizendo que dependerá da fé.

De acordo com Rita de Cassia apesar de chamarmos de Nossa Senhora, ficou bem nítido que Maria é uma jovem aparentando 16 a 17 anos.

Após a celebração com muito cuidado a imagem de Nossa Senhora da Paz foi colocada em um veículo.

Em carreata os devotos seguiram pelas principais ruas do centro da cidade

A imagem foi bastante aplaudida ao chegar próximo a Igreja Matriz

Em frente a Igreja houve um momento de oração

Por fim os fiéis fizeram uma procissão até a saída para Riachão do Jacuípe.

Fonte: AL Notícias